top of page
  • Foto do escritorMariele Hertha

Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC): Compreendendo os Sintomas e a Importância do Tratamento

Atualizado: 21 de fev.

Homem com luvas fazendo a limpeza minuciosa de uma mesa

O Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) é caracterizado por um conjunto diversificado de sintomas que incluem pensamentos intrusivos, rituais, preocupações e compulsões.


Essas obsessões ou compulsões recorrentes causam sofrimento significativo à pessoa, consomem tempo e interferem em sua rotina normal, funcionamento ocupacional, atividades sociais e relacionamentos.


Um indivíduo com TOC pode ter uma obsessão, uma compulsão ou ambos.


Uma obsessão é um pensamento, sentimento, ideia ou sensação recorrentes ou intrusivos.


Diferentemente de uma obsessão, que é um evento mental, uma compulsão é um comportamento. Especificamente, uma compulsão é um comportamento consciente, padronizado e recorrente, como contar, verificar ou evitar.



Um indivíduo com TOC percebe a irracionalidade da obsessão.


Embora o ato compulsivo possa ser realizado na tentativa de reduzir a ansiedade associada à obsessão, nem sempre tem sucesso nisso.


A conclusão do ato compulsivo pode não afetar a ansiedade e até aumentar sua intensidade.


A ansiedade também é aumentada quando uma pessoa resiste em executar uma compulsão.


O tratamento precoce do TOC pode proporcionar alívio na rotina do paciente.


Se você ou alguém que você conhece está sofrendo de TOC, busque ajuda de um profissional de saúde mental.



© 2024 HERTHA Psiquiatria. Todos os direitos reservados. O material do blog pode ser reproduzido livremente, desde que citada a fonte.

6 visualizações

Comments


bottom of page