top of page
  • Foto do escritorMariele Hertha

Síndrome de Referência Olfativa: Entendendo os Sintomas e a Importância do Diagnóstico

Atualizado: 21 de fev.

Mulher arrumando a cama e sentindo um odor ruim da mão

A Síndrome de Referência Olfativa (SRO) é caracterizada por uma falsa crença do indivíduo de que tem um odor corporal ruim que não é percebido pelos outros.


Essa preocupação leva a comportamentos repetitivos, como lavar o corpo, trocar de roupa e escovar os dentes.


A SRO é predominante entre homens solteiros e a idade média de início é 25 anos.


A crença de um odor subjetivo, que não existe externamente, pode chegar ao nível de um delírio somático.


Nesse caso, deve ser considerado um diagnóstico de transtorno delirante.


A SRO foi bem documentada na literatura psiquiátrica, geralmente classificada como um delírio da percepção.



Ao avaliar um indivíduo com SRO, é importante excluir as causas somáticas e neurológicas, como epilepsias e tumores cerebrais, através de exames de imagem.


Se você ou alguém que você conhece está sofrendo de SRO, busque ajuda de um profissional de saúde mental.



© 2024 HERTHA Psiquiatria. Todos os direitos reservados. O material do blog pode ser reproduzido livremente, desde que citada a fonte.

34 visualizações

Comments


bottom of page