top of page
  • Foto do escritorMariele Hertha

Síndrome de Descontinuação: Implicações e Manejo

Atualizado: 21 de fev.

Mulher tomando comprimido

A Síndrome de Descontinuação é uma condição que pode ocorrer quando um indivíduo interrompe abruptamente o uso de um medicamento sem a orientação adequada de um profissional de saúde.


Estima-se que milhões de pessoas em todo o mundo estejam em tratamento farmacológico para diversas condições, incluindo transtornos psiquiátricos.


Esta síndrome é caracterizada pelo surgimento de uma série de efeitos adversos durante uma redução rápida ou interrupção repentina do medicamento.



Os sintomas podem incluir:


  • tontura

  • boca seca

  • insônia

  • náusea

  • nervosismo

  • sudorese

  • anorexia

  • diarreia

  • sonolência

  • perturbações sensoriais

A interrupção abrupta do tratamento pode levar a complicações graves, incluindo a recorrência dos sintomas originais, agravamento da condição de saúde e, em alguns casos, risco de suicídio.


É crucial buscar assistência médica para uma programação de redução lenta e gradual sempre que for necessário interromper o tratamento de longo prazo.


A gestão adequada da Síndrome de Descontinuação é essencial para garantir a segurança do paciente e minimizar o desconforto durante a transição.


O acompanhamento regular com um psiquiatra é vital para monitorar os sintomas e ajustar o plano de tratamento conforme necessário.



© 2024 HERTHA Psiquiatria. Todos os direitos reservados. O material do blog pode ser reproduzido livremente, desde que citada a fonte.

22 visualizações

Comentarios


bottom of page