top of page
  • Foto do escritorMariele Hertha

Distimia: Transtorno Depressivo Persistente

Mulher apática sentada no chão e encostada à parede

A distimia, também conhecida como transtorno depressivo persistente, é uma forma de depressão crônica que afeta aproximadamente 4% da população.


Esse transtorno é caracterizado por uma mudança repentina de humor, deixando a pessoa mais irritada, triste e negativa no cotidiano.



A pessoa com distimia tende a ter sensações negativas constantes em relação a si mesma, aos outros e aos contextos em que está inserida.


O quadro pode começar na infância e se desenvolver ao longo do crescimento.


Isso pode levar a um atraso no diagnóstico, pois as pessoas podem interpretar os sintomas como traços de personalidade: “Fulano é ranzinza” ou "Beltrana é uma pessoa negativa".


Pacientes com distimia geralmente necessitam de tratamento mais intensivo e de maior acompanhamento psiquiátrico e terapêutico.


Isso ocorre porque a distimia é crônica, o que implica em sintomas menos agressivos, mas, ao mesmo tempo, mais duradouros.


Se não tratada, a distimia pode evoluir para depressão grave.


Qualquer sintoma recorrente precisa ser observado e levado a um especialista.


Consulte um psiquiatra se você ou alguém que você conhece está experimentando esses sintomas.



© 2024 HERTHA Psiquiatria. Todos os direitos reservados. O material do blog pode ser reproduzido livremente, desde que citada a fonte.

0 visualização

Opmerkingen


bottom of page